Organização Financeira

5 dicas para ajudar no início do ano

O fim do ano está próximo. Logo após as festas, a situação é a mesma para muitas famílias brasileiras: um grande número de dívidas do final do ano anterior soma-se às contas e despesas típicas dos primeiros meses. Material escolar (para quem tem filhos), IPVA e IPTU são as principais “dores de cabeça” do brasileiro nessa época. O consultor financeiro Ricardo Pereira dá dicas, com antecedência, para ajudar a se preparar financeiramente para 2016.

1. É mais vantagem pagar as dívidas do final de ano ou as contas do começo?

Priorize o pagamento das dívidas antigas. Geralmente elas têm mais juros – por exemplo, as do cartão de crédito. Para quem pretende atrasar o pagamento das despesas, a dica é tentar renegociar ou atrasar aquela que acarretar menos problemas. No caso dos impostos, a inadimplência traz vários problemas legais. O ideal é priorizar as despesas mais pesadas e com mais juros, mas renegociar tudo para não ficar pagando juros e “empurrando” a dívida.

2. É melhor pagar o IPVA à vista ou a prazo?

Prefira sempre pagar à vista. Mas se você está com dívidas neste começo de ano, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos (IPVA) é uma das contas que podem ser deixadas para pagar a prazo. Alguns especialistas, aliás, acreditam que não vale a pena ficar com o bolso apertado para pagar o imposto de uma só vez, se o desconto para o pagamento à vista (oferecido por alguns estados) não for maior que 9%. Se você não tiver dinheiro para pagar nem a primeira parcela, alguns bancos oferecem linhas de crédito para o pagamento desses impostos, como uma última opção, mas o alerta de ajustar o orçamento para que o pagamento dessas despesas seja priorizado é essencial. 

3. E o IPTU?

Assim como o IPVA, o valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) depende da cidade onde o imóvel está localizado e é calculado sobre o valor da propriedade. Por ser, geralmente, um valor pequeno, vale mais a pena pagar à vista, com desconto. O pagamento pode ainda ser efetuado em até dez prestações iguais, mensais, com vencimento sempre no mesmo dia de cada mês. Após o vencimento da parcela, o valor é acrescido de multa.

4. E o material escolar dos filhos?

Geralmente não é possível parcelar a matrícula de escolas, mas o material escolar, sim. Neste caso, comprar todos os materiais na mesma loja, após uma boa pesquisa, ajuda muito. É possível que você até pague um pouco mais caro, mas conseguirá condições melhores de parcelamento. Se você tiver dinheiro para pagar à vista, não se esqueça de pesquisar em várias lojas e comprar os itens em lugares diferentes, com preços menores. O brasileiro precisa entender que saber negociar é importante, e nesse momento, o poder de barganha do consumidor é ainda maior.

Algumas escolas exigem que o material seja comprado no próprio estabelecimento ou em alguma loja específica. Na prática, essa exigência não tem valor. De acordo com o Procon, é obrigação da escola fornecer a lista de material para os pais comprarem em qualquer lugar.

5. Qual a dica de economia para que o sufoco dessa época não se repita no próximo ano?

Se o aperto no ano seguinte já é previsto, por que não se preparar? Faça um planejamento: poupe dinheiro ao longo do ano para este momento e reserve o 13º salário para o pagamento de algumas despesas.
A maioria dos analistas e economistas acredita que em 2016 teremos um ano sob o ponto de vista econômico ainda mais delicado do que 2015. A maior dica é gastar com consciência, não assumindo dívidas de valores substanciais e  com duração de longo prazo.

O autor autoriza o uso de suas declarações. A Losango não se responsabiliza pelo conteúdo.

Esta informação não objetiva dar conselho legal, contabilidade ou taxa. As pessoas que acessam estas páginas devem obter orientação apropriada considerando os objetivos do investimento, situação financeira e necessidade. A orientação financeira oferecida não foi preparada considerando os objetivos de investimento em particular, situação financeira e necessidades de qualquer investidor em particular. Investidores orientados devem avaliar se é apropriado agir como tal.

Anterior

Soluções para Você

Descubra todas as soluções que temos para você realizar seus sonhos.

Tabela de Tarifas