Organização Financeira

8 Dicas para mães e pais com filhos pequenos

Diante da atual crise econômica, reformulações no orçamento doméstico são inevitáveis. Foi pensando nisso que a economista Adriana Spacca preparou algumas dicas para as mães e pais que precisam lidar com os filhos pequenos nesta situação. Veja:

1. Supérfluos
Cortar supérfluos não significa necessariamente sofrimento. Significa apenas deixar de gastar com coisas de que não precisamos para manter aquelas que realmente necessitamos. É claro que um corte causa estranhamento e é normal que a criança não “curta” muito e pergunte o porquê da mudança. Nesses casos, o melhor a fazer é fugir das explicações que complicam demais, deixar as questões econômicas e políticas de lado, e simplesmente dizer que por enquanto as coisas vão mudar um pouco.

2. Início, meio e fim
Porém, a criança precisa saber que as coisas têm início, meio e fim, então explicar que as coisas não ficarão assim para sempre já é um bom começo. Elas também precisam entender que a “culpa” não é delas, então, não condicione consumo a comportamentos. Frases como “se você for bonzinho, a mamãe compra tal coisa, ou te leva para tal lugar” não ajudam muito.

3. Trocar consumo por experiência
Esta é uma boa alternativa. Por exemplo, em vez de comprar aquele lanche industrializado, que tal fazer um hambúrguer em casa com a ajuda das crianças e servido em forma de piquenique no chão da sala? Festas do pijama também rendem uma boa diversão, além de reforçar os laços de amizade entre os amigos e seus pais.

4. Trocar o lazer consumista pelo lazer cultural
Esta é outra dica interessante. A maioria das cidades, inclusive as menores, oferecem programas de lazer gratuitos ou a preços bem razoáveis, se comparados com os ingressos de cinemas e parques de diversão, por exemplo.

5. Trabalho voluntário
Dedicar um tempo em família para trabalho voluntário também pode ter um efeito muito bom, e crianças são naturalmente boas em dar carinho e atenção. Além disso, pesquisas apontam que pessoas que fazem algum tipo de trabalho voluntário são mais satisfeitas com a própria vida.

6. Troca de brinquedos
A troca pode ser temporária ou definitiva, entre amigos ou até mesmo feita por meio de sites. Esta é uma forma de desvincular o prazer de brincar do prazer de comprar. Afinal, quem tem filho sabe que aquele armário está lotado de brinquedos que eram “o sonho” e depois de alguns dias acabaram jogados num canto da sala.

7. Educação financeira
Se você ainda não usa o cofrinho, essa é uma boa hora para começar. Construa um cofrinho de papel com seus filhos (existem vários modelos na internet) e juntos estipulem uma finalidade para o dinheiro economizado. Só tome cuidado com as grandes pretensões, pois o tamanho do objetivo deve ser compatível com o tamanho do cofrinho. E diante da atual conjuntura, uma das finalidades pode ser a compra daquele caderno diferente, da tal caixa de lápis de cor com 36 cores ou do estojo bonito para ajudar na compra do material escolar do ano que vem.

8. E a mesada?
No caso de quem já paga mesada aos filhos, não hesite em diminuir o valor, se for o caso. Quando a criança começa a receber mesada, ela precisa saber que aquilo é como uma fatia de bolo: bolo menor, fatia menor. Para quem tem filhos com mais de oito ou nove anos (idade ideal para começar) a mesada pode ser bem interessante, desde que você ensine a melhor maneira de utilizar o dinheiro. E mais uma vez, não condicione o valor da mesada a comportamentos. Se seu filho ainda não cumpre com as obrigações, ele talvez não tenha maturidade suficiente para receber uma mesada.

A autora autoriza o uso de suas declarações. A Losango não se responsabiliza pelo conteúdo.

Esta informação não objetiva dar conselho legal, contabilidade ou taxa. As pessoas que acessam estas páginas devem obter orientação apropriada considerando os objetivos do investimento, situação financeira e necessidade. A orientação financeira oferecida não foi preparada considerando os objetivos de investimento em particular, situação financeira e necessidades de qualquer investidor em particular. Investidores orientados devem avaliar se é apropriado agir como tal.

Anterior Próxima

Soluções para Você

Descubra todas as soluções que temos para você realizar seus sonhos.

Tabela de Tarifas