Organização Financeira

5 Dicas para ser um Consumidor Consciente

Planejamento financeiro, anotações dos gastos, pesquisa de preços. São inúmeras as recomendações para colocar as contas em dia e aprender a utilizar o dinheiro. O consultor financeiro, Ricardo Pereira, organizou cinco dicas para que você entenda como é possível e mais fácil do que parece ser um consumidor consciente.

 

1 - Saber esperar e lidar com o “não”

Você não precisa consumir algo apenas em função do preço baixo, promoção ou diminuição do imposto. Conheça suas necessidades e não poupe esforços para alcançar o sucesso. Aprender a aceitar o “não” é fundamental para entender que, muitas vezes, os preços de ocasião são inimigos do bolso e do futuro financeiro das pessoas.

 

2 - Estipular limites

Defina metas e tenha coragem de dar o primeiro passo em direção à mudança de atitude. Sair da zona de conforto contribuirá para a transformação. Estipulando limites, fica mais fácil resistir às tentações do consumo sem planejamento.

 

3 - Bruto x Líquido

Lembre-se: seu salário não é o que está registrado em sua carteira. Afinal, existem impostos que precisam ser descontados. Isso significa que você deve se atentar ao valor líquido que recebe e se planejar de acordo com esta quantia.

 

4 – Crédito não é dinheiro grátis

É fundamental utilizar o crédito com responsabilidade. Lembre-se de que em algum momento você precisará pagar por ele, por isso, ao decidir utilizar o crédito para o consumo, é fundamental estar atento ao seu orçamento financeiro pessoal e aos seus limites.

 

5 – Não ter como hábito emprestar seu “nome” ou dinheiro para parentes e amigos

Em geral, quem precisa de dinheiro emprestado já se encontra em algum tipo de dificuldade financeira e, provavelmente, terá muita dificuldade em honrar mais este compromisso assumido. O risco de inadimplência é alto. A segunda situação acontece como consequência da primeira: muitas amizades verdadeiras e de muito tempo terminam por conta de um ou mais empréstimos sem retorno. Se for possível, evite situações desse tipo. Muitas vezes, pode ser até melhor doar a quantia, assim: você consegue se programar para não contar com aquele dinheiro de volta.

O autor autoriza o uso de suas declarações. A Losango não se responsabiliza pelo conteúdo.

Esta informação não objetiva dar conselho legal, contabilidade ou taxa. As pessoas que acessam estas páginas devem obter orientação apropriada considerando os objetivos do investimento, situação financeira e necessidade. A orientação financeira oferecida não foi preparada considerando os objetivos de investimento em particular, situação financeira e necessidades de qualquer investidor em particular. Investidores orientados devem avaliar se é apropriado agir como tal.

Anterior Próxima

Soluções para Você

Descubra todas as soluções que temos para você realizar seus sonhos.

Tabela de Tarifas