Organização Financeira

Educação financeira e cuidados básicos podem minimizar riscos de fraudes dentro e fora das empresas

A rápida expansão dos meios eletrônicos, principalmente da internet, trouxe aos consumidores diversos benefícios da vida moderna, como o pagamento de contas online e a aquisição de serviços e bens materias sem sair do conforto do lar. No entanto, essa nova forma de consumo não trouxe apenas vantagens, mas também o aumento no número de tentativas de fraudes eletrônicas, segundo dados divulgados pelo Serasa Experian.

De acordo com o órgão, em junho deste ano foram registradas 150.864 tentativas de fraude do tipo roubo de identidade, em que dados pessoais são usados por criminosos para firmar negócios ou mesmo obter crédito com a intenção de não honrar os pagamentos.

Segundo o consultor financeiro Thiago Dias Quintino, o alerta serve também para as empresas e corporações em geral. Para ele, um caminho viável para minimizar as possíveis fraudes praticadas por funcionários é a educação financeira.

“É importante ficar ligado em tudo que acontece ao nosso redor para não termos surpresas desagradáveis, inclusive dentro das organizações. A elaboração de uma política de educação financeira e também de segurança é muito importante, ajudando assim a minimizar riscos e fraudes internas”, explica.

Pensando nisso, o Portal Você Faz Acontecer relacionou oito sugestões de cuidados básicos a serem adotados no dia a dia pelos consumidores.

  1. Desconfie de mensagens alarmistas e ameaças de fechamento de contas, promessas de dinheiro com pouco ou nenhum esforço, negócios que parecem bons demais para serem verdade, seja por telefone ou e-mail, além de solicitações de doações a uma organização de caridade depois de um desastre que vira notícia e erros de ortografia e gramática.
  2. Se por acaso receber algum tipo de mensagem nesse sentido, é importante checar de onde ela vem. Na dúvida, sobre a idoneidade da informação, a orientação é excluí-la imediatamente de sua caixa de e-mail.
  3. É importante também utilizar um antivírus e mantê-lo diariamente atualizado. Existem diversos programas e aplicativos que protegem seu computador de forma gratuita. Esta dica vale também para quem utilizar smartphones.
  4. Nunca fazer transações bancárias ou checar saldos financeiros de suas contas em computadores que sejam públicos.
  5. Antes de fazer suas compras na internet, checar a segurança dos sites de compras, junto aos órgãos de defesa do consumidor e em sites especializados como o http://www.fraudes.org/.
  6. Nunca fornecer suas senhas ou cartões a ninguém, e sempre que conseguir tente mudar suas senhas de banco.
  7. Nunca utilizar as senhas de  suas contas bancárias, em senhas de e-mails ou demais aplicativos das redes sociais, tais como: Twitter, Facebook, Linkedin, Instagram, entre outros.
  8. Ao fazer transações bancárias ou compras pela internet é importante ficar atento à conexão. Quando um site utiliza uma conexão segura, muitas vezes o endereço web começará com "https://" em vez do "http://" (a diferença está na letra “s” depois do http).
  9. Outro detalhe importante é a certificação do site. Ela é exibida geralmente no canto direito da barra de navegação com uma cor verde. Basta clicar em cima do ícone para visualizar os certificados de segurança. Se o site oferece uma conexão segura, esse pode ser um motivo para confiar nele. As conexões seguras são usadas para criptografar as informações que são enviadas do seu computador para o site, dificultando as ações dos hackers.

O entrevistado autoriza o uso de suas declarações.

O portal Você Faz Acontecer e a Losango não se responsabilizam pelo conteúdo.

Esta informação não objetiva dar conselho legal, contabilidade ou taxa. Pessoas acessando estas páginas devem obter orientação apropriada considerando os objetivos do investimento, situação financeira e necessidade. A Organização Financeira oferecida não foi preparada considerando-se objetivos de investimento em particular, situação financeira e necessidades de qualquer investidor em particular. Investidores orientados devem avaliar se é apropriado agir como tal.

Anterior Próxima

Próximas matérias

Planejamento

Conseguir a proeza de manter um dinheirinho guardado para as necessidades emergenciais ou planos futuros nem sempre é uma missão fácil de cumprir, principalmente com a proximidade das festas de fim de ano. Mais comum ainda é achar aqueles que prometem ser econômicas no próximo ano, mas ao longo do caminho acabam desistindo dos planos.

Soluções para Você

Descubra todas as soluções que temos para você realizar seus sonhos.

Tabela de Tarifas