Organização Financeira

Gastar demais e poupar demais: dois extremos perigosos

A relação com o dinheiro tem dois extremos que, se não forem trabalhados com equilíbrio, podem estar sujeitos a excessos. Em entrevista ao portal Losango, o consultor financeiro Ricardo Pereira destacou que na organização financeira o controle e a disciplina devem ser frequentes. “As duas se complementam, já que para manter os controles em dia é fundamental ter a disciplina para que planejar se torne um hábito”. Confira a entrevista completa.

Você Faz Acontecer: Pode-se afirmar que poupar demais é tão “insano” quanto gastar demais? Por quê?

Ricardo Pereira: Existe uma palavra que define muito bem o comportamento que devemos ter em todas as áreas de nossa vida: equilíbrio. Se não existir o consumo feito de forma consciente pode-se, inclusive, prejudicar a economia do país. O fundamental é sempre decidir tudo de forma racional privilegiando as decisões tomadas com base no planejamento.

VFA: Qual a importância do equilíbrio quando o assunto é dinheiro?

Ricardo Pereira: O equilíbrio é fundamental. Os extremos são perigosos porque ficamos no fio da navalha da possibilidade de em algum momento acontecer um excesso. É comum pessoas que ficam meses poupando em alguns gastos e, em um momento, acabam gastando em um dia muito mais do que deixou de gastar durante muitos meses.

VFA: Quais são as palavras-chave quando se fala em organização financeira?

Ricardo Pereira: São duas: Controle e Disciplina. As duas se complementam, já que para manter os controles em dia é fundamental ter a disciplina para que planejar se torne um hábito.

VFA: A vida não é um processo linear. Hoje, a situação econômica pode estar boa e, daqui a pouco, mais apertada e vice-versa. Neste sentido, qual é o primeiro passo para planejar bem as economias sabendo poupar e gastar ao mesmo tempo?

Ricardo Pereira: O importante é manter um padrão de vida sustentável e turbinar a reserva de emergências para que durante períodos de crise tudo possa ser superado com tranquilidade.

VFA: Quais seriam os fatores negativos para quem poupa demais?

Ricardo Pereira: Quem poupa demais acaba não aproveitando o presente e a partir daí em alguns momentos pode não ter a motivação necessária para crescer e prosperar.

VFA: E para quem gasta demais?

Ricardo Pereira: Quem gasta demais pensa no presente e pode ter o futuro comprometido. Quem gasta demais pode ainda contrair dívida e trazer mais consequências por conta dos juros altos.

O entrevistado autoriza o uso de suas declarações.

O portal Você Faz Acontecer e a Losango não se responsabilizam pelo conteúdo.

Esta informação não objetiva dar conselho legal, contabilidade ou taxa. Pessoas acessando estas páginas devem obter orientação apropriada considerando os objetivos do investimento, situação financeira e necessidade. A orientação financeira oferecida não foi preparada considerando-se objetivos de investimento em particular, situação financeira e necessidades de qualquer investidor em particular. Investidores orientados devem avaliar se é apropriado agir como tal.

Anterior Próxima

Próximas matérias

Planejamento

Organizar as contas, se controlar financeiramente e prosperar são o desejo de muitas pessoas. Fazer planilhas, anotar os gastos, enfim, inúmeros são os conselhos dos consultores financeiros para atingir tais objetivos, mas o que, de fato, impede isso? O consultor Ricardo Pereira conta alguns dos principais erros cometidos por quem tenta se planejar financeiramente e não consegue. 

Trabalho

Trabalhar em casa, no estilo home office, não é fácil como parece. É necessário ter disciplina, ser organizado e deixar a preguiça para trás. Em entrevista exclusiva, o consultor financeiro Conrado Navarro conta como deve ser o perfil de quem deseja assumir esta responsabilidade. Confira!

Soluções para Você

Descubra todas as soluções que temos para você realizar seus sonhos.

Tabela de Tarifas